O que é ser regular?

Estive lendo uns posts no orkut e tem muita discussão sobre dois tópicos envolvendo a palavra “regular”:

a) sobre as potências regulares (ou irregulares) masculinas  e,

b) sobre as potências regulares (ou irregulares) feminimas ou mistas

de qualquer forma a discussão é sempre a mesma, então pra colocar mais lenha na fogueira, pergunto…

Comos vocês definem “Regular” ? Sob que ponto de vista ?

Bom bate-papo…

TFA

19 Respostas to “O que é ser regular?”

  1. Toda Potência Maçônica e regular, desde que esteja registrada junto aos Orgãos competentes.
    Vulgarmente falando o termo regular, se refere a uma potência reconhecida pela G,L,U,I, Grande Loja Unida da Inglaterra, que na verdade e um fato irrelevante visto que a G.L.U.I. não e dona da Maçonaria.
    Por questões políticas a realeza se “aposou” da Ordem e mantem o poder, atualmente isto esta a cargo do Lord Kent primo da Rainha da Inglaterra.
    Uma Potência para ser “reconhecida”, o Grão Mestre tem que jurar fidelidade a Rainha da Inglaterra, que o trata como súdito, isto é um verdadeiro absurdo, por isto eu digo que quem é “reconhecido” por eles, são os “subserviêntes “.
    Dentre as dezenas de Potências Brasileiras, apenas 04 são “reconhecidas” pela G.L.U.I., são as Grande Lojas de Matto Grosso do Sul, São Paulo e a do R.J. e ainda o G.O.B., e este último o “reconhecimento” e amplamente “discutível”, uma vez que ele deixou de ser uma Potência Maçônica e passou a ser uma Federação de Potenciais, e o que consta e que a G.L.U.I. ate agora não “reconhece” nenhuma Federação.
    Portanto o Termo Irregular não tem nenhum valor legal, ele é usado apenas pelos prépotentes.

  2. Complementando a relação de Potências Brasileiras reconhecidas pela G.L.U.I..
    Alem das 04 citadas anteriormente, recentemente a Grande loja do Espírito Santo também passou a ser reconhecida.

  3. Sergio Says:

    Boa tarde

    gostaria de saber se a G.L.O.B. é uma loja regular ou seja reconhecida.

    T.F.A.

    Obrigado

  4. Caro Sérgio.
    A Grande Loja Brasileira G.L.O.B. e uma Potência Regular, justa e perfeita.
    Enquadrada nas Leis que regem a sagrada Constituição do País.

    Reconhecida por diversas potências no Brasil, América do Sul e na Europa.
    O fato dela não ser reconhecida pela G.L.U.I., e totalmente irrelevante.

    Existem Potências que não querem este reconhecimento.
    Este reconhecimento é apenas político, gerando uma falsa credibilidade, mas sem dúvida e bom para os “negócios”.

    Que o G.’.A.’.D.’.U.’. o ilumine e guarde.
    kim

  5. ninjaoboro Says:

    gostaria de perguntar a anderson? se na sua constituição, de anderson de 1717 onde se ler os seus lands marks ou seja os seu principios de regras imutaveis da g.l.u.i se o g.a.d.u. o autorizou escrever as leis assim como moseis biblico deve esta guardado em algum lugar .sera que podemos algum dia vir a saber.

    verdade é tudo aquilo que não a questionamento ou seja não consegue argumentar. o resto é inverdade. T.F.A. I.:R.:M.;

  6. o povo continua a misturar RECONHECIDA e REGULAR. Uma coisa nada tem a ver com a outra … ou quase. Toda loja RECONHECIDA é regular. Mas nem toda loja REGULAR é RECONHECIDA.

  7. Pilantragem …
    Maçonaria no Brasil é GOB, CMSB e COMAB … Não existe tal coisa, é tudo puro engodo. Se é Maçonaria não pode ser liberal (atéus), mista e vice e versa. Cuidado com a enganação! FORA ESSAS POTÊNCIAS NO BRASIL EU NÃO RECONHEÇO JAMAIS, pra mim não passa de uma pessoa normal, ou melhor pra mim quanto mais longe dessas pessoas melhor.

    “O caminho dos preguiçosos é cheio de obstáculos, ao passo que o do diligente não tem quaisquer embaraços.” (Benjamin Franklin)

    Isso pode ser qualquer coisa menos Maçonaria, como acontece com vários outros engodos que chamam de Maçonaria como GLADA, GONAB, GLOB, Le Droit Humain, etc … São ordens boas? Não sei, eu creio que não já vi gente perder dinheiro e ser enganado com a falsa possibilidade de ser Maçom assim.

    Querem continuar com essas coisas? Continuem, chamem do que quiser, menos Maçonaria e deixe claro para quem for entrar em uma coisa dessa que ele nunca vai poder visitar uma Loja regular (GOB, CMSB (GL), COMAB), nunca poderá assistir/frequentar uma entidade para-maçonica, não será reconhecido, etc …

    Essas ordens são máquinas de dinheiro, e o pior o fazer dinheiro é todo legalizado e nada pode ser caracterizado como crime. Alguns desistem dessas ordens pseudo-maçonicas por questões “profanas” (Sabe aquele dinheiro que você pagava para o tal fundo de ajuda; esqueça; perdeu). Outros procuram as Lojas Regulares e saem e outros simplesmentem abandonam…

    Para os fundadores dessas aberrações estes são desertores, ingratos.

    A questão portanto é de ordem filosófica. A mentira ou má fé se inscreve não no plano da Legalidade, mas no de princípio. São falsos maçons no sentido que não havia fraternidade, mas dinheiro investido que precisava dar retorno.

    Ainda no plano filosófico, estes indivíduos, iniciados em Lojas Regular, fizeram outra transgressão. Em geral juramos não sair por aí e montar um “negócio” com o conteúdo apreendido dentro da Maçonaria. Enfim, este compromisso, que não gera efeitos Legais, apenas morais, é logo esquecido e os tais “empresários do ramo imobiliário” tem em mãos um negócio lucrativo.

    Um outro movimento se faz necessário para sustentar o negócio. Estes “Irmãos patriarcas”, pessoas muito agradáveis, forjam uma convivência contigo. Ao final da seção da Pseudo Loja lá estão eles na pizzaria festejando com todo entusiasmo um convívio que você pensa ser verdadeiro. Porém, eles lhe dizem que é preciso crescer, afinal a pseudo-maçonaria é algo muito legal. Outras pessoas precisam conhecer esta fraternidade “verdadeira”, algo fantástico. (enquanto isto você está pagando uma pequena mensalidade que serve a dois fins: pagar o aluguel e fazer um fundo de socorro mútuo. Mais uma vez não é crime, pois todos sabemos que há despesas e é preciso pagar aluguel. O fundo é uma maravilha, pois concretiza o mito maçônico de ajuda. Você contribui sem rodeios e de livre vontade; o que não é criem algum).

    Neste meio aparece o assunto Regular e expúria. Mais que depressa montam um belo discurso que é verdadeiro. Dizem que as Lojas Regulares são avarentas, atrasadas e blá blá blá.

    O que os faz os membros querererem salvar o “fundador” dos injustos Maçons Regulares; monta-se um verdadeiro aparato de defesa; os Regulares parecem ser gente soberba, como ousam atacar o fundador? Qual injustos este são para com esta pessoa dócil, bem vestida, agradável…

    Resumindo a hora que você perceber torrou dinheiro em nada, em coisa alguma, que não vai dar em nada e tem gente que fica regando essa árvore que não tem raiz alguma.

    Alex .`. (GOSP/GOB), COM MUITO ORGULHO!

    • Alex.’. seu discurso é muito bom porém existem grandes estelionatários dentro das potências as quais você se refere como regulares. Em 2009 fui iniciado pelo GOSP tenho CIM, quite placet, etc, etc, etc….porém tudo era cobrado em valores absurdos ( Iniciação 2.500,00; elevação 600,00….). Hoje estou adormecido e vim a saber por Irmãos ainda ativos que fomos vítimas de um grande esquema de lavagem e desvio de dinheiro dentro da próprio Grão Mestrado ( na época quem deu o golpe foi o Secretário de Relações Exteriores do GOSP). Portanto meu Irmão, independentemente da obediência, potência, loja….terem ou não reconhecimento do GOB, GOSP, GLESP…..GLUI…) o que verdadeiramente importa é se eles estão fazendo ou não maçonaria. Essas ditas potências regulares e legítimas não admitem mulheres em seu quadro de obreiros mas, num grande contrassenso, admitem verdadeiros bandidos como este o qual citei acima e, depois, com o objetivo de “limparem a barra” simplesmente “expulsam” o indivíduo…..mas….depois dele já ter roubado muito!!!!!!! e pior ainda…..entrevistando suas vítimas dentro do prédio do GOSP…..debaixo do nariz do G.M!!!!! Maçonaria não é isso!!!!!!! Ao invés de discussão de reconhecimento ou não, de mulheres ou não, acho, ao meu ver, que a discussão deveria ser: como unir, fortalecer e moralizar a maçonaria brasileira????? Por favor não se ofenda com meus comentários, é apenas o meu ponto de vista….receba o meu TFA!!!!

  8. VALDECI Says:

    POR QUE SERTAS LOJAS DE POTENCIA DIFERENTE NÃO
    ACEITA OS IRMÃOS INICIADOS NA POTENCIA GLOB NÃO ENTENDO PORQUE, ALGUM IR.’. PODE RESPONDER?

    TFA

  9. Boa noite Gostaria de saber se a GLB é uma potencia regular?

  10. DeltaYod Says:

    Não, a GLB não é “regular” ou seja não é Reconhecida. A pergunta do Valdeci:
    Valdeci, mesmo que um Ir.´. da loja aceite o Ir.´. do GLOB, existe como regra de não aceita-lo em lojas regulares. Para alguns, ALGUNS, as espúrias são como se você fizesse medicina em casa com seus próprios livros e por orientação de um medico e queira exercer a profissão, NÃO PODE, tem que frequentar uma faculdade, ter notas, a faculdade tem que ser registrada no MAC, em Brasilia etc etc etc. Mas na realidade, caso a espúria seja honesta, você terá os mesmos ensinamentos, passará por discriminação? Sim, mas de alguns apenas. Maçonaria, resumindo muito, é um ensinamento moral e profundo através da simbologia.
    Sobre golpistas, pode ter certeza absoluta que tem bastante, maçonaria da dinheiro, e qualquer um que já foi maçom pode abrir uma potencia e começar a iniciar gente por 2000 reais e começar a encher o bolso, e como profanos não sabem como funciona, caem muito fácil, e são essas que acabam por difamar as espúrias em geral, entende. Já passei por isso, perdi muito dinheiro para uma potencia desonesta, então, examine, compare, questione os irmão antes de se filiarem a uma potencia e siga seu coração.
    TFA a todos IIr.´.

  11. Campos Vilares Moretti Says:

    Pergunto aos irr.’. sobre a Potencia GOP (Grande Oriente Paulista) ? essa é uma potencia regular?

  12. Junior Says:

    Bom o assunto sobre regular e reconhecida é muito interessante.
    Acredito que todas as colocações dos Ir.`. refletem seu conhecimento e defesa de sua potência.
    Como já foi dito anteriormente por outro Ir,`, nesse post. Existe uma grande diferença em ser Regular e ser Reconhecida.
    Reconhecida está diretametne relacionado a um ato administrativo de uma Potência que reconhece ou não determinada Potência, podendo ou não a mesma ser reconhecida pela GLUI. Um grande exemplo disso é que a Grande Loja mais Antiga do Brasil a Grande Loja Maconica do Estado da Bahia, fundada em 22/05/1927, não é reconhecida pela GLUI. (então pela disposto pelos ir.`. esse fato faria da mesma uma loja Irregular??? qual motivo para a GLUI não reconhecer essa loja, tendo em vista que a mesma econhece a GLESP que possui o mesmo critério de fundação em 29/071927 ?
    Até a alguns anos não existia tratado de reconhecimento entre a GLESP e o GOB, todos temos ciência que esse tratado é recente pouco mais de 15 anos, então por 60 anos a GLESP era irregular e espuria? e o tratado com a GLUI e o GOB mudaran isso apenas com um Ne Varietur.
    A GOP possui tratados de reconhecimento?? nenhuam Potência da COMAB possui reconhecimento da GLUI.. isso muda o valor do trabalho realizado?
    E se amanhã alguma dessas potências reconehcerem algumas dessas consideradas Espurias.. isso mudará o que elas já realizaram? e como os Ir.`. que hoje não reconhecem e discriminan os Ir.`. iniciado nessas lojas irão se portar?
    por outro lado temos que ser Regular e termos nossas atividades realizadas respeitando os Landmarks como todos já sabemos.
    entendo que possa haver muita exploração, enganação, disvirtuação dos LandMarks, mas isso pode ocorrer em todas as lojas e potências independente de hoje serem consideradas ou não.
    Grandes são os escandalos em várias lojas pertencentes as potências consideradas como Principais do Brasil, o que demosntra que se disivirtuar da Maçonaria não é algo de pequenas ou grandes potências e sim algo que devemos nos Unir para acabar.
    Acredito que nos últimos anos houve várias cissões nas Potências que fizeram surgir outras, os motivos dessas cisões estão longe de minha compreenção, e acredito que também de outros milhares de Ir.`., mas pergunto: isso nos faz deixarmos de sermos Ir.`.? isso faz que nosso ideal maçom seja diferente?
    O que realmente estamos fazendo com construtor social? iremos nos tornar cada vez mais apáticos?
    Nossa Ordem é responsável históricamente por várias mudanças no Mundo nosso Ir.`. lutaram pelo nosso País estavamos presentes e atuado ativamente… hoje o que vemos? seremos transofrmados no rotay? num clube do bolinha? ou devemos pensar em nos unir nos respeitar-mos e fazer-mos uma Maçonaria Pura?
    Sim acredito que existem lojas de faz de conta, que estão presentes em várias potências (incluo aqui todas as existentes no Brasil e no mundo).

  13. João Barbosa Pereira Says:

    Muito bem posto, irmão júnior. Sua argumentação é perfeita. O grande problema é a ignorância que ainda não foi debelada nos irmãos, para os fazerem distinguir os termos RECONHECIMENTO e REGULARIDADE. O primeiro é um ato diplomático, a exemplo das nações ao fazerem acordo de amizade entre sí. Para tanto, elaboram um Tratado de Amizade e Reconhecimento Mútuo e para consolidarem este tratado, trocam representantes (Embaixadores) de cada um dos países, signatários do acordo, cujos representantes fixarão residência no país onde o seu será representado. REGULARIDADE é o respeito aos requisitos básicos para a criação e existência de uma instituição maçônica, cujos requisitos foram criados pela GLUI, por ter sido a primeira Potência Maçônica a ser criada. Isto não quer dizer que a GLUI seja a detentora do direito de determinar qual Potência é ou não REGULAR. Mesmo porque, dentre os requisitos para a verificação de REGULARIDADE de uma Potência Maçônica, não existe aquele que diz: “para uma potência maçônica ser considerada regular é necessário ser reconhecida pela GLUI. Para ser REGULAR, basta respeitar os requisitos da REGULARIDADE MAÇÔNICA. Um TFA. João Barbosa Pereira 33º

  14. João Barbosa Pereira Says:

    Complementando: O reconhecimento é um ato voluntário de aceitar ou não ser amigo. Uma Potência pede a uma outra que a reconheça como amiga e aquela que recebeu o pedido de amizade analisa se é de sua conveniência, aceitar ou não tal amizade. É o mesmo que um Médico que quer ser amigo de outro e este não aceita. A não aceitação não corresponde a não reconhecer que o mesmo não seja médico, mas sim que não quer ser seu amigo.

  15. Gilberto Hermínio da Silva Filho Says:

    As lojas regulares são só as reconhecidas pela grande loja unida da Inglaterra,e isso é um fato incontestável. Eu tenho resgatado muitos Maçons que caíram no engodo desta lojas espúrias que foram criadas com a finalidade de Ludibriar os incautos.

  16. Fábio Lafaiete Says:

    Boa n Joite à todos.
    Tenho visto, não apenas na internet, mas na vida real, algumas pessoas que se apegam, de maneira errada, à questão da Regularidade.
    Então, dentro da minha humilde condição de Eterno Aprendiz, deixo, abaixo, as minhas considerações sobre a Regularidade Maçônica.
    Potência Regular é aquela que, por regra de origem, detém de uma Carta Constitutiva, obedeça fielmente os Landmarks e os Princípios da Maçonaria Universal, é soberana em sua administração e devidamente registrada nos órgãos legais.
    Que siga as regras de funcionamento, que são: a crença em um Ser Supremo e na imortalidade da alma, o Sigilo Maçônico, pratique os 3 Graus Simbólicos, observe a Lenda do 3°Grau e o Simbolismo Operativo, pratique o Juramento sobre o Livro Sagrado, mantenha

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: