Diário de um construtor do templo

Pode-se dizer tudo de Z. Rodrix, mas não se pode duvidar da sua extraordinária capacidade de surpreender seus contemporâneos. Como se sabe, Rodrix, dono da Voz do Brasil, empresa que sonoriza comerciais de rádio e TV, é considerado o melhor criador de jingles publicitários do país. Ficou conhecido como o compositor de “Casa no Campo”, canção que foi gravada por Elis Regina e que sintetizava o projeto de vida dos bicho-grilos. Acontece que Rodrix também se imortalizou por ter criado aquela vinheta inesquecível “De mulher pra mulher”, das lojas Marisa. Agora o homem volta à tona com nada menos do que um romance místico-religioso e, para o governo dos céticos, muitíssimo bem escrito. A estréia de Z. Rodrix (não era Zé Rodrix? Bem, o “é” deve ter ido para o espaço em função dos numerologistas) na ficção é um livro que conta a história da construção do Templo de Jerusalém, erguido por ordem do rei dos Hebreus, Salomão, em reverência ao Deus Yahweh. Na verdade, conta a história de Joab, comerciante da cidade de Tiro, que conhece Hiram-Abiff, considerado o líder dos pedreiros que construíram o templo e um dos fundadores da maçonaria. Como nota o escritor Chico de Assis na contracapa da obra, a história de Joab é, no fundo, uma metáfora do significado da palavra Mestre. Um pouco lento no início por causa da interminável genealogia que o narrador, Joab, faz de sua própria família, o livro ganha ritmo e suspense quando leva o leitor para dentro das minas salomônicas. Faltava um romance para o rótulo multimídia encaixar-se à perfeição em Z. Rodrix. Não falta mais!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: